associação comercial e industrial de arcos de valdevez e ponte da barca

Oito dicas (simples) para manter a sua equipa motivada. E sem gastar dinheiro.

in Notícias Gerais
Created: 18 November 2019

As empresas são organismos cada vez mais abertos e participativos e segundo especialistas, apesar de apresentarem a maior disparidade etária da história, as diferenças geracionais são praticamente um mito.

Realidade é que construir e manter uma equipa motivada, envolvida e colaborativa é um dos maiores desafios para os gestores, actualmente.

 

A InovFlow defende que «a motivação, o envolvimento e a colaboração não acontecem por acaso, é preciso fomentá-las. É preciso quebrar barreiras e todos têm o seu papel para que isto aconteça, mas cabe ao gestor preparar o “cenário”, entendendo e implementando as estratégias necessárias.» com isto em mente, fez uma lista com oito dicas para ter uma equipa motivada e colaborativa.


– Reconhecer o mérito
Além de um salário justo, dar um prémio que recompense, pode ser uma boa maneira de reconhecer o mérito dos colaboradores. Por outro lado, ao longo do tempo, pequenos gestos fazem a diferença, como um agradecimento ou felicitação pessoal face a conquistas específicas. E se a empresa superar os objectivos definidos, atribua um prémio aos colaboradores que assinale o seu contributo.

 

– Garantir um local agradável de se estar
Um lugar onde todos se sentem bem, onde se pode trabalhar em equipa, onde se promove uma cultura de “porta aberta” e onde também há espaço para fazer uma pausa. Ou seja, onde cada um pode dar o melhor de si.

 

– Oferecer oportunidades para o desenvolvimento pessoal
É importante incentivar a autoaprendizagem, mas fornecer também formações que enriqueçam os colaboradores, quer a nível mais técnico, quer de soft skills. Outra boa prática para partilhar conhecimento e ao mesmo tempo fomentar a relação entre todos é organizar formações dadas por membros da própria empresa.

 

– Promover uma cultura de entreajuda e ética
Isto é algo que tem de ser intrínseco e fomentado desde o recrutamento. Todos os colaboradores devem ter uma predisposição para trabalhar em grupo, ajudar e não gerar conflitos.

 

– Incentivar a partilha de ideias
Quer através de reuniões especificas para tal, quer através de uma caixa de sugestões, um endereço de email criado para o efeito ou do próprio dia-a-dia, todos os colaboradores devem ser incentivados a partilhar as suas ideias para melhorar a empresa e o seu trabalho em qualquer nível. É importante depois dar feedback sobre a sua implementação e resultados.

 

– Criar canais de comunicação contínua
Além do referido em cima, por exemplo criar uma newsletter regular que agregue as principais novidades, iniciativas e informações pode ser útil. E, sempre que necessário, comunicações específicas. Os colaboradores têm de ser os primeiros a ter conhecimento sobre o que de mais relevante se passa internamente e não serem surpreendidos pela imprensa, pelos clientes ou pelos amigos.

 

– Juntar a equipa com regularidade
Organizar actividades de team building, fazer um kick-off no início do ano com todos os colaboradores para partilhar os resultados alcançados e a estratégia futura ou promover pequenos encontros entre as chefias e os colaboradores.

 

– Fazer avaliações de performance, planos de carreira e inquéritos de satisfação
Ninguém pode evoluir se não souber o que está mal, o que deve mudar e porquê. E para terem mais efeito, as avaliações devem ser recíprocas, isto é, o gestor avaliar o colaborador e este avaliar o gestor, com total transparência e sentido de aperfeiçoamento contínuo. Estas avaliações são uma boa base para a evolução na carreira. Uma vez por ano, também poderá haver um inquérito de satisfação mais abrangente para identificar potenciais lacunas, preocupações e investimentos necessários ao nível da equipa.

Fonte: hrportugal.sapo.pt, 16/11/2019