associação comercial e industrial de arcos de valdevez e ponte da barca

Se tem uma ideia de negócio, siga estas dicas

in Legislação
Criado em 16 maio 2024

Ideia de Negócio

Não tenha uma ideia. Tenha uma dúzia. Selecione uma depois de ter identificado os prós e contras e  de avaliar os riscos e compensações.

Ter uma ideia de negócio é o primeiro passo para se tornar um empreendedor. Quer tenha uma ideia totalmente inovadora, quer se trate de um produto ou serviço já existente, o importante é ser realista e verificar se a ideia é viável e se está de acordo com as necessidades do mercado.

A ideia de negócio é saber o que vai fazer ou vender, como e para quem. Lembre-se que, por vezes, as ideias mais bem-sucedidas são as mais simples.

Nesta etapa, deve questionar-se sobre:

  • Qual o objetivo do seu negócio?
  • Qual o objetivo do seu produto ou serviço?
  • Qual é o mercado alvo e como pode conquistá-lo?
  • A sua ideia de negócio é única? Em que se diferencia a sua ideia da concorrência?
  • É possível obter lucros com a sua ideia de negócio?

 

Sistematização da Ideia

Depois de pensar e refletir sobre a sua ideia de negócio, deve anotá-la. Faça-o de forma clara e simples – são suficientes apenas algumas frases.

Também pode usar este formulário  se precisa de estruturar a informação e desenvolver a ideia de negócio.

 

Explorar casos de sucesso

Se não tem uma ideia concreta para o seu negócio, pode sempre avançar com ideias já desenvolvidas e testadas no mercado. Em Portugal encontra inúmeras oportunidades de franchising distribuídas por vários setores económicos e com investimentos diversos.

Sugerimos que dedique o seu tempo a explorar casos de sucesso.

 

Modelo de Negócio

Um aspeto chave para a transformação de uma boa ideia num negócio é o desenho de um modelo de negócio coerente e completo. Este modelo vai clarificar “como” pretende gerar receita e acrescentar valor para o cliente.

É um documento sucinto, de preferência com uma leitura visual, que define a ideia de negócio, ou seja, a proposta de valor e as características diferenciadoras do produto/serviço, as necessidades que pretende suprir, os segmentos de clientes, a estratégia de mercado, os canais de distribuição, a relação com os clientes, a estrutura de custos, as atividades, parceiros e recursos chave.

Clarificado o modelo de negócio, o empreendedor está em condições de conseguir responder a três questões essenciais – O quê? Como? A quem? - e de consolidar esta informação elaborando o plano de negócios.

 

Documentos úteis:

 

Plano de negócio

Depois de concluído o modelo de negócio, deve ser elaborado o plano de negócio que serve para descrever os objetivos de um negócio e quais passos que devem ser dados, e que recursos devem ser alocados, para que esses objetivos sejam alcançados, diminuindo os riscos e as incertezas. Trata-se de um documento com um nível de detalhe superior ao modelo de negócio.  

Desenvolver um plano de negócio não é uma tarefa fácil. Exige paciência, persistência, comprometimento e muita pesquisa. Sem este plano corre o risco de fazer investimentos que não têm viabilidade económica pelo que é crucial fechar o plano de negócio antes de tomar alguma decisão.

O plano de negócios será o maior alicerce para a construção ou manutenção do seu negócio. É um documento detalhado que permite a avaliação e análise de rentabilidade de novos investimentos, suportar o diálogo e a negociação com os stakeholders, em particular com financiadores.

Documentos úteis:

Fonte: eportugal.gov.pt